O que é um Mapa Mental? Descubra o Jeito Certo de Fazer

Um grande desafio dos estudantes é conseguir armazenar e recuperar o grande volume de conteúdo que eles estudam diariamente. Se você está nessa situação, lutando para lembrar hoje o que estudou ontem, saber o que é um mapa mental e aprender a forma certa de usar essa ferramenta poderosíssima pode fazer toda a diferença nos seus estudos!

AFINAL O QUE É UM MAPA MENTAL?

Definição de mapas mentais segundo Tony Buzan, o criador da técnica:

é uma ferramenta de pensamento interligada gráfica e visualmente para armazenamento, organização, priorização e geração de informação.

Tá bom, eu sei que essa definição não ajudou muita coisa…

O que ele quis dizer é que um mapa mental é uma ferramenta que serve para colocar qualquer informação de uma forma que seja mais lógica para nosso cérebro entender.

Isso é possível porque um mapa mental usa o mesmo princípio que nosso cérebro usa para armazenar dados e processar informações.

Um Mapa Mental é uma espécie de resumo feito para o cérebro, com gatilhos visuais que disparam uma determinada memória específica.

É como se ele traduzisse um texto linear, com capítulos e parágrafos, que é a forma tradicional de ensino, para a linguagem do nosso cérebro, que funciona mais como uma árvore, onde todos os galhos estão direta ou indiretamente conectados uns aos outros.

Por isso, essa técnica é ótima para aprender coisas tão diferentes como As Partes do Corpo Humano em Inglês ou os Principais Deuses do Egito Antigo.

Em nosso cérebro, nenhuma memória está armazenada individualmente em uma caixinha dentro da nossa cabeça. Na prática, nosso cérebro aprende fazendo associações ou conexões entre novos conhecimentos e os conhecimentos que ele já domina.

Ou seja, cada informação nova que o cérebro recebe vai ser comparada ou relacionada com conteúdos já existentes na mente.

PARA QUE SERVE UM MAPA MENTAL?

Mapa Mental Melhora a Concentração

Isso também ajuda na concentração nos estudos, pois é mais fácil para o cérebro focar naquilo que já conhece.

O que é um Mapa MentalÉ como se houvesse um fio que conecta as informações, sentimentos e sensações, formando uma trama de conhecimento, onde um assunto puxa o outro.

Quanto maior o número de conexões que uma memória possui, mais duradoura ela será. E facilmente ela será recordada quando preciso.

Por exemplo, quando digo a palavra “cachorro”, seu cérebro vai começar a formar imagens mentais de tudo que está relacionado a esta palavra.

Talvez seu “cachorro mental” tenha uma raça, cor e tamanho específicos, talvez você se lembre com emoção de um cachorro que foi seu fiel companheiro por muitos anos, ou talvez você tenha sensações de medo se já foi mordido alguma vez.

Fazer Mapa Mental Ajuda o Cérebro a Aprender

Como já deu para perceber, uma palavra, ideia ou assunto não ficam guardados na sua mente da mesma forma que uma pasta é armazenada no seu computador, onde tudo é lógico e racional.

Nosso cérebro armazena informações em uma grande teia, junto com memórias completamente diferentes mas que estão relacionadas de alguma forma.

E é aí que a grande mágica acontece! Um mapa mental bem feito ajuda o cérebro a criar as associações e conexões que ele precisa para que uma informação possa ser armazenada na memória de longo prazo.

Para isso, ele valoriza nossas Inteligências Múltiplas através de recursos como imagens, palavras-chave e associações.

O Mapa mental parte de uma ideia principal, que é colocada no centro do mapa. Depois a informação principal se ramifica nos conceitos mais importantes a respeito daquele assunto. Esses conceitos serão os “ganchos” que irão puxar os outros tópicos.

Um mapa mental faz isso criando as associações entre a ideia principal e as ramificações secundárias, que são o aprofundamento no assunto estudado.

Esta estrutura já ajudou muitas pessoas que não sabiam como fazer uma boa redação. A forma como o mapa se organiza é excelente para desenvolver a linha de raciocínio e facilita o processo de escrita posterior.

Por isso, como nós vamos ver mais adiante, um Mapa Mental deve conter pouco texto e ser visualmente rico, com muitas imagens fortes que representem uma associação poderosa entre uma ideia e a própria imagem.

Agora chega de teoria e vamos à pratica!

COMO FAZER UM MAPA MENTAL EM 5 PASSOS

Como criar mapa mental não é uma coisa fácil para muita gente, eu vou fazer um com você, começando do zero.

Para isso, vou usar um pequeno texto de direito administrativo que peguei no site da infoescola. Abra a página em outra janela para ir acompanhando o texto, tá bom?

Antes de irmos aos passos, você precisa saber que um mapa mental que funcione deve ser feito preferencialmente à mão, pois isso estimula a mente a assimilar o conteúdo.

Além disso, o próprio processo de fazer o mapa mental acaba ajudando no aprendizado. Por isso esta é uma técnica para que não sabe como estudar em casa.

Outro ponto é que o mapa mental deve ser de uso individual e exclusivo!pois ele usa associações e imagens que fazem sentido apenas para a pessoa que o criou.

Se você usar mapas mentais feitos por outras pessoas, a utilidade vai ser mínima.

E vamos aos passos:

#1. Estude o conteúdo

É importante dizer que um Mapa Mental é mais uma técnica de memorização do que uma técnica de estudo propriamente dita, porque atua mais na memorização e na retenção.

Por isso, primeiro você precisa estudar bem o assunto para só depois fazer o Mapa Mental. Aprender Leitura Dinâmica pode te ajudar muito a economizar tempo nessa tarefa.

Então agora separe uns minutos para ler o texto que vamos usar e depois vá para o próximo passo.

#2. Defina os tópicos principais

Retire do material estudado o pontos que você considera que são os mais importantes (geralmente a própria estrutura do texto já dá essa divisão, mas você não precisa se prender a ela).

É importante que não sejam mais do que 8 para o mapa não ficar grande e ser difícil de revisar.

Agora defina cada um dos tópicos em apenas 1 palavra que represente a essência desse tópico. Por exemplo, no texto estudado eu fiz da seguinte forma:

  • Conceito
  • Fontes
  • Princípios
  • Poderes
  • Estrutura
  • Ato
  • Processos

#3. Crie uma imagem para cada tópico

Já dizia o ditado “uma imagem vale mais que mil palavras”. Quando falamos sobre o cérebro, isso é ainda mais verdadeiro!

Nosso cérebro usa imagens mentais para praticamente tudo. Prova disso é que se eu disser para você uma palavra qualquer como “maçã” ou “carro”, você instantaneamente vai criar uma imagens que representem essa palavra.

E é justamente por isso que muitas pessoas dizem que são ótimas fisionomistas mas são péssimas para lembrar nomes, pois um rosto é muito mais visual do que um nome. Por isso é tão importante associar cada tópico a uma imagem.

Caso você não consiga pensar em uma imagem, então dê vida à palavra! Você pode fazer isso dando forma, profundidade, movimento, cores, etc. quanto mais rica for a imagem da palavra, mais fácil você vai se lembrar dela!

#4. Coloque tudo no papel

Pegue uma folha em branco, papel A4 ou A3, coloque-a na horizontal e no centro da folha insira a ideia principal, que no nosso caso é Direito Administrativo. Use um desenho que represente a ideia central, pois isso ajuda a enriquecer o Mapa.

Depois, partindo do canto superior direito da ideia central, conecte a ela cada um dos tópicos que você escolheu. Faça isso usando um traço forte, como um tronco de árvore, e usando uma cor diferente para cada um deles, para que a separação dos tópicos fique mais visual.

Vá inserindo os tópicos no sentido horário, até o canto superior esquerdo do mapa, que deve conter o último tópico.

Esse padrão serve para você seguir a mesma sequência ao estudar o mapa, e saiba onde ele começa e termina.

Veja na imagem abaixo como está ficando o meu mapa, que fiz no computador apenas para ficar mais didático.

O que é um Mapa Mental - Ramos principais

Como você pode perceber, no meu mapa é como se cada ramo possuísse sua própria história para contar.

Cada um possui cores e formas que representam movimentação e que possuem identificação com o tópico abordado.

Quanto mais vivos e únicos forem seus ramos mais fácil lembrará das informações contidas neles assim que rever o mapa.

#5. Insira as ramificações dos tópicos

Seguindo a mesma lógica de usar uma palavra/imagem para cada ramificação, vá preenchendo o mapa com as informações mais importantes de casa tópico.

Lembre-se que sempre que você se afastar do centro do mapa, os ramos devem ir ficando cada vez mais finos (como em uma árvore, onde os galhos vão ficando mais frágeis à medida que se ramificam).

Veja como ficou o meu mapa mental (clique na imagem para baixar uma versão em alta resolução):

O que é um Mapa Mental - Mapa Pronto
O que é um Mapa Mental – Mapa Pronto

 

CONCLUSÃO

Finalmente seu mapa mental está pronto! Agora você deve reler o que acabou de criar, começando novamente pelo canto superior direito e avançar no sentido horário. Esse processo é importante para seguir a sequência do raciocínio.

Tenha um fichário para guardar os mapas que você criar, e use esses mapas como ferramenta de revisão. Dica: revise usando uma técnica de revisão espaçada.

Agora que você sabe o que é um mapa mental e aprendeu a criar o seu, é hora de praticar!

A cada sessão de estudos faça um mapa mental. No começo talvez seja um pouco difícil, mas quanto mais você fizer mais fácil vai ficar de fazer.

PARA SABER MAIS…

Se  interessou e quer aprender mais sobre Mapa Mental?

Então eu recomento que baixe o e-book gratuitoO PODER DOS MAPAS MENTAIS” do Filipe Iorio.

Baixar e-book Gratuito

Ele dá ótimas dicas de como usar Mapas Mentais para aumentar a criatividade, produtividade e aprendizado.

Bons estudos!

2 comentários em “O que é um Mapa Mental? Descubra o Jeito Certo de Fazer

  • 11 Maio, 2017 em 16:08
    Permalink

    Boa tarde! ótimo conteúdo!

    Qual programa você utilizou para criar seus mapas? Quais os melhores programas na sua opinião ?

    Grato desde já.
    Att, Wesley Andrade

    Resposta
    • 11 Maio, 2017 em 17:07
      Permalink

      Que bom que gostou, Wesley!

      Neste exemplo eu usei o https://imindmap.com/ que é o mas completo, só que é pago e custa cerca de US$100,00 na versão mais básica…

      Se você quer opções não tão completas mas gratuitas, eu gosto do MindMaple (você pode baixar no site http://www.mindmaple.com/) e também do Coogle online, no endereço https://coggle.it/

      Mas lembre-se: para melhor aprendizado nada substitui você fazer seus mapas mentais usando papel e canetas coloridas, ok?

      Bons estudos!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *